Perguntas Frequentes

Quer saber um pouco mais sobre os nossos serviços?
Essas são as perguntas que frequentemente recebemos

Concreto é composto por cimento, brita, areia, aditivos e água. Estes materiais são misturados e passadas 2 a 3 horas após a sua aplicação na obra reagem quimicamente formando uma peça única e resistente
Traço de concreto é a pré-definição da quantidade e qualidade de cada material que se utilizará na usinagem do concreto. Cada tipo de concreto possui seu traço específico e antes de ser utilizado na obra é atestado em laboratórios por profissionais de engenharia.
Os materiais que compõem o concreto são pesados separadamente em balanças automatizadas e aferidas por empresas certificadas pelo INMETRO, isso quer dizer que a dosagem dos materiais é realizada de forma criteriosa e sem possibilidade de falhas pela usina de concreto. Após pesados, os materiais são direcionados, por meio de uma correia transportadora, para dentro de um caminhão betoneira e assim misturados para seguir até a obra.

A sigla FCK vem do inglês: Feature Compression Know, a tradução mais adequada é Resistência Característica do Concreto à Compressão. Sua unidade de medida é o Mega Pascal (MPa), lembrando que de acordo com as normas da ABNT 6118/2014 o concreto deverá ter a resistência contratada quando chegar aos 28 dias de idade.

Considerando que cada obra possui particularidades, consubstanciadas na estrutura e graus diferentes de agressividade do meio, ela nunca poderá ser vista de forma generalizada. Sendo assim, o FCK é determinado pelo responsável técnico da obra, ele fará cálculos considerando cada uma dessas particularidades.
SLUMP TEST, também conhecido como Ensaio de Abatimento de Tronco de Cone, é um tipo de ensaio feito para testar a consistência do concreto, quanto maior o resultado do slump, maior será sua fluidez. Esse ensaio garante que a trabalhabilidade indicada pelo projetista encontra-se em harmonia com as peculiaridades de cada concretagem como o correto lançamento e adensamento do concreto.

Se a obra a ser concretada é uma laje, o volume de concreto necessário é encontrado por meio de matemática simples, você multiplica a metragem quadrada pela espessura, o resultado é a metragem cúbica necessária. (Exemplo: 100m² x 0,10cm = 10m³).

Mas atenção, você deverá considerar todas as fendas, vigas, colunas presentes em sua obra e se o concreto for bombeado deverá considerar o concreto que fica dentro dos magotes e o que não é possível bombear. A título de exemplo nas lajes pré-moldadas é prudente considerar cerca de 3 cm a mais no cálculo convencional.

Nas ocasiões em que o espaço a ser concretado estiver fôrmas distintas de uma laje, serão necessárias fórmulas matemáticas para encontrar a metragem cúbica e o responsável técnico pela obra é a pessoa mais indicada a fazer.

Caminhão betoneira é utilizado para transportar os materiais da usina até a obra. Ele é guarnecido de um balão que gira sob seu próprio eixo, ao girar, mistura os materiais transformando-os em uma massa homogênea.

Isso depende da particularidade de cada obra. A bomba é recomendada para aquelas obras em que o concreto não pode ser diretamente despejado pela betoneira no local da concretagem, por exemplo: obras que possuem difícil acesso, altura elevada e muito distantes como grandes pisos.
  • Molhe bastante o local que receberá o concreto;
  • Certifique-se que o local da obra está totalmente preparado para receber o concreto;
  • Amarre bem as mangueiras e fios junto a estrutura da obra, isso impedirá que elas boiem;
  • Certifique-se que os locais que receberão o concreto deverão estar integralmente molhados, limpos, nivelados e com as juntas bem vedadas para evitar a perda (fuga) de concreto;
  • Providencie areia e cimento para lubrificação da bomba caso o concreto seja bombeável, bem como ferramentas auxiliares para a concretagem como enxadas, pás, desempenadeiras, dentre outros;
  • Verifique se o escoramento de laje ou similares deverá ter estrutura capaz de suportar uma sobrecarga mínima de 400kg/m² durante a concretagem;
  • Tenha sempre pessoal suficiente para nivelar o concreto, conferir o escoramento, limpar o local da obra e a sujeira proporcionada na rua;
  • Prepare uma lona ou caixote para despejo do concreto que ocasionalmente resta na bomba e suas tubulações;
  • Deixe o telefone descrito no contrato ligado. Sendo o concreto material perecível, não será enviado concreto sem confirmação do cliente.
  • É indispensável que o responsável pela obra acompanhe a galga do concreto, este procedimento evitará a falta ou sobra de concreto, ferragens a mostra, poças de água, mangueiras a mostra, sobrepeso na estrutura, dentre outros problemas ocasionados pela oscilação da espessura;
  • Tenha pessoal suficiente para nivelar o concreto espalhado.
É indispensável que alguns procedimentos após concretagem sejam realizados, para isso foi desenvolvida uma cartilha para lhe ajudar nessa hora tão importante para o concreto. Faça o download clicando aqui.

As fissuras aparecem devido a retração natural do concreto, ocasionada pela evaporação da água nele presente e as suas consequentes reações químicas. Com a cura bem feita pelo responsável pela obra é possível reduzir consideravelmente as fissuras, lembrando que não existe concreto sem fissuras e impermeável.

Quanto as trincas, aquelas que acontecem em linha reta e/ou com certa simetria, demandam maior atenção e cautela. Ocorrem devido a problemas estruturais inerentes ao próprio concreto e por isso você deverá procurar o profissional responsável por sua obra para que analise a situação e busque possíveis soluções.

Recomenda-se que a desforma seja feita aos 28 dias e para casos excepcionais deve ser consultado o projeto de fôrmas.
Todos os direitos Reservados a Concrelagos Concreto - Criado e Desenvolvido por Desenvolvido por HPMAIS